Coluna Revista Versar: Bodas de escolhas

Coluna Revista Versar: Bodas de escolhas

O gostoso da vida é relacionar-se e estar uns com os outros


Na primeira vez que fui entrevistada, eu tinha 15 anos. Na época sonhava em ser jornalista e em ter meu próprio programa de televisão. A NSC, antiga RBS, promovia um concurso para o Planeta Atlântida chamado Caras do Planeta, que procurava jovens para fazerem as chamadas comerciais do evento. Eu queria estar lá e aprender tudo. Nunca tive muita pressa com minhas relações. O gostoso da vida é relacionar-se e estar uns com os outros. Com sorte torna-se um privilégio poder transitar por caminhos por onde pessoas acompanham nossas jornadas e as transformações de nossos sonhos, e vice-versa. Então fiz perguntas, conheci pessoas. Perdi o concurso, mas ganhei realmente bastante experiência e conheci gente muito especial que está até hoje na mesma empresa. Em 1999 fui aluna do projeto da Junior Achievement, anos depois fui voluntária, e há menos de dois anos estive com o mesmo Evandro Badin – o diretor da instituição e pessoa bastante consistente, que admiro – palestrando para os voluntários sobre o mesmo projeto.

Lembro de um aluno me dizendo que nossa empresa tinha “dado certo, assim do nada”. Mas não existe do nada. Há construção diária, às vezes mais medalhas de prata do que de ouro, mas com muita humildade a gente segue firme e em frente. Dei aula na faculdade em que me formei, fui madrinha da empresa junior da universidade onde fiz mestrado, e tive em nossa equipe a filha de uma das minhas alunas da época. Em meu negócio estou há oito anos e, em dezembro, estaremos na turma de número 70 de meu primeiro curso criado. Hoje sou madrinha do Prêmio Mulheres que fazem a Diferença, da Acif – que venci lá em 2011 – e que vale a pena pesquisar e conhecer. É muita coisa e são muitos relacionamentos.

 

>>> Leia a coluna completa!

 

Por Equipe Vanessa Tobias 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − cinco =