Coluna Revista Versar: Temos que cortar as pendências com uma foice afiada nas mãos

Coluna Revista Versar: Temos que cortar as pendências com uma foice afiada nas mãos

A analogia nem é tão boa. Mas pensar como se eu tivesse uma foice afiada em uma das mãos e saísse “cortando” uma tonelada de pendências e agindo com todo foco no rumo dos meus sonhos tem feito muito sentido. E tem dado certo.

Em apenas uma semana fiz todo o básico e foi sobrando tempo para sofisticar. Tive tempo para levar o pai ao médico, fazer feira com a mãe, jogar futebol com os sobrinhos, oferecer um jantar para uma amigona que mora fora, jogar beach tênis com a família do crush, cuidar de mim, trabalhar como louca e muito. Namorei também e ainda vi uma entrevista do Obama na Netflix – que, lógico, recomendo. Entendi, finalmente, a receita de uma de minhas inspirações. Sara Blakely – uma muito feliz e bem sucedida empresária americana – diz que o sucesso dela reside em tocar apenas uma vez nas coisas. Sem negociação com a procrastinação, sobra tempo para fazer tudo e ainda criar.

>>> Leia a coluna completa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top